UM ESTUDO DE CLIMATOLOGIA DIÃRIA DA TEMPERATURA MÃNIMA, MÃXIMA E CHUVA ACUMULADA E UMA APLICAÇÃO DE "MODEL OUTPUT STATISTICS" (MOS) PARA A PREVISÃO DE CURTO PRAZO NO ESTADO DO PARANÁ

Ilya S. Kim, Cesar A. Beneti, Dornelles Vissotto Junior

Abstract


Foi feito um estudo de climatologia das anomalias diária da temperatura mínima, máxima e chuva acumulada com uso de dados das estações meteorológicas da rede do Instituto Agronômico do Paraná. Foi mostrado que a distribuição de freqüência de ocorrência das anomalias de temperatura mínima é quase normal, mas a distribuição de freqüência de ocorrência das anomalias de temperatura máxima é quase uniforme e a distribuição de freqüência de chuva tem uma assimetria positiva. Foi adaptado o MOS (Model Output Statistics), onde foram usados a saída do modelo numérico do National Center for Environmental Prediction (NCEP - EUA) do período de abril de 1997 a março de 2000 e os dados correspondentes de temperatura mínima, máxima e chuva acumulada de 26 estações do IAPAR. Na implementação do MOS foi aplicado o método de grupos análogos. O MOS foi implementado separadamente para os períodos abril-setembro (período do ano frio) e outubro-março (período do ano quente). Foram calculadas e avaliadas as previsões com a utilização do método de validação cruzada ("cross validation") de 1 a 4 dias para o período de abril de 1997 à março de 2000. A ocorrência de chuva é prevista com acerto de 78%, 76%, 75% e 71% no inverno e 72%, 71%, 68% e 67% no verão para 1 a 4 dias, respectivamente. O erro médio absoluto das previsões da temperatura mínima são 1,8, 1,9, 2,1 e 2,2 no inverno e 1,2, 1,3, 1,4 e 1,4 no verão para 1 a 4 dias, respectivamente. O erro médio absoluto das previsões da temperatura máxima são 2,1, 2,4, 2,5 e 2,7 no inverno e 2,0, 2,2, 2,2 e 2,4 no verão para 1 a 4 dias, respectivamente. A avaliação das previsões mostrou uma boa vantagem das previsões do MOS diante das previsões de persistência e climatologia.

Keywords :Mos; Climatologia; Previsão estatística; Temperatura mínima e máxima; Chuva acumulada; Estado do Paraná.

A study of daily climatology of minimum and maximum temperature and accumulated precipitation and application of Model Output Statistics (MOS) for the short-term forecasts in the State of Paraná

Daily climatology of minimum and maximum temperature anomalies ( DTmin, DTmax) and also accumulated precipitation were studied with data from the Instituto Agronômico do Paraná (IAPAR)'s meteorological stations. It was shown that frequency distribution of DTminoccurrences for all stations is almost normal, whereas frequency distribution of DTmaxoccurrences is almost uniform and frequency distribution of rainfall occurrences has positive symmetry. A Model Output Statistics (MOS) was adapted using data from National Center for Environmental Prediction (NCEP) numerical model outputs and from 26 IAPAR stations and with information of minimum and maximum temperatures and accumulated precipitation. In the MOS implementation it was utilized an analogs group method. MOS was implemented for periods of april-september (colder period) and october-march (warmer period). Forecasts were calculated and evaluated using a cross validation method for up to 4 days for the period of April 1997 to March 2000. The rainfall occurrences were predicted correctly 78%, 76%, 75%, 71% for 1 to 4 days, respectively, during the winter, and 72%, 71%, 68%, 67% for 1 to 4 days, respectively, during the summer. Mean absolute errors for minimum temperature are 1.8, 1.9, 2.1 and 2.2 for 1 to 4 days, respectively, during the winter, and 1.2, 1.3, 1.4, 1.4 for 1 to 4 days, respectively, during the summer. Maximum temperature is predicted with mean absolute errors of 2.1, 2.4, 2.5, 2.7 for 1 to 4 days, respectively, during the winter, and 2.0, 2.2, 2.2, 2.4 for 1 to 4 days, respectively, during the summer. Comparisons of MOS forecasts with persistence and climatology for the same period showed the advantage of using MOS forecasts.

Keywords :Mos; Climatology; Statistical forecast; Minimum and maximum temperature; Accumulated precipitation.


Keywords


mos; climatologia; previsão estatística; temperatura mínima e máxima; chuva acumulada; estado do paraná












Revista Brasileira de Geofísica (printed version): ISSN 0102-261X
v.1n.1 (1982) – v.33n.1 (2015)

Revista Brasileira de Geofísica (online version): ISSN 1809-4511
v.15n.1 (1997) – v.29n.4 (2011)

Brazilian Journal of Geophysics (online version
a partir de v.30n.1 (2012)



Brazilian Journal of Geophysics - BrJG

Sociedade Brasileira de Geofísica - SBGf
Av. Rio Branco 156 sala 2509
Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Phone/Fax: +55 21 2533-0064
E-mail: editor@sbgf.org.br