INVESTIGAÇÕES GEOFÍSICAS DE SUPERFÍCIE E DE POÇO NO SÃTIO CONTROLADO DE GEOFÍSICA RASA DO IAG-USP

Jorge Luís Porsani, Welitom Rodrigues Borges, Vagner Roberto Elis, Liliana Alcazar Diogo, Francisco Yukio Hiodo, Antonio Marrano, Carlos Alberto Birelli

Abstract


Este trabalho sintetiza os resultados de investigações geofísicas de superfície e de poço realizadas no Sítio Controlado de Geofísica Rasa do IAG-USP, visando caracterizar os sedimentos e o topo do embasamento. A área é constituída por sedimentos areno-argilosos da Bacia de São Paulo (Formações São Paulo e Resende) sobrepostos ao embasamento granito-gnáissico com diferentes graus de intemperização. Na área de estudos, também denominada de campo de provas do IAG, foram perfurados três poços para pesquisas geológicas e geofísicas (pioneiros no Brasil), visando verificar a litoestratigrafia, coleta de amostras de calha, calibrar os resultados e realizar as perfilagens geofísicas. Foram utilizados os seguintes métodos: sísmica rasa (reflexão e refração), eletrorresistividade (caminhamento elétrico e sondagem elétrica vertical) e GPR-Ground Penetrating Radar. A integração dos resultados mostrou uma excelente concordância e permitiu elaborar um modelo geológico-geofísico para este ponto da Bacia Sedimentar de São Paulo, bem como testar, em condições controladas de campo, os diversos métodos geofísicos usados rotineiramente em estudos geológicos, geotécnicos e ambientais.

Keywords :SCGR-IAG; Sítio Controlado de Geofísica Rasa do IAG-USP; Bacia sedimentar de São Paulo; Métodos geofísicos de superfície e de poço; Sísmica [reflexão e refração]; Eletrorresistividade [caminhamento elétrico e sondagem elétrica vertical]; GPR-Ground Penetrating Radar.

ABSTRACT

This paper presents the results obtained from surface and borehole geophysical investigations carried out at the Shallow Geophysical Test Site of IAG-USP. The main objective was to characterize the sediments and the top of basement. The area is constituted by sandy-clay sediments of São Paulo Basin (São Paulo and Resend Formations) on the granite-gneiss basement with different degrees of weathering. In the area of studies, three boreholes were drilled for geological and geophysical research purposes (pioneer in Brazil). These boreholes were used to verify the stratigraphy, to collect the sample for laboratory measurements, to calibrate the results of surface geophysics and to carry out well logging. The surface methods used were: seismic (reflection and refraction), electric-resistivity (profiling and vertical electric sounding) and GPR-Ground Penetrating Radar. The integration of results show excellent agreement and allow constructing a geological-geophysical model for the site which is at the border of São Paulo sedimentary basin. Moreover, the various geophysics methods, commonly used in geological, geotechnical and environmental researches, have been tested under controlled conditions.

Keywords :Shallow Geophysical Test Site of IAG-USP; São Paulo sedimentary basin; Geophysical methods of surface and borehole; Seismic [reflection and refraction]; Electric-resistivity [electric survey and vertical electric sounding]; GPR-Ground Penetrating Radar.


Keywords


scgr-iag; sítio controlado de geofísica rasa do iag-usp; bacia sedimentar de são paulo; métodos geofísicos de superfície e de poço; sísmica [reflexão e refração]; eletrorresistividade [caminhamento elétrico e sondagem elétrica vertical]; gpr-ground penetr












Revista Brasileira de Geofísica (printed version): ISSN 0102-261X
v.1n.1 (1982) – v.33n.1 (2015)

Revista Brasileira de Geofísica (online version): ISSN 1809-4511
v.15n.1 (1997) – v.29n.4 (2011)

Brazilian Journal of Geophysics (online version
a partir de v.30n.1 (2012)



Brazilian Journal of Geophysics - BrJG

Sociedade Brasileira de Geofísica - SBGf
Av. Rio Branco 156 sala 2509
Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Phone/Fax: +55 21 2533-0064
E-mail: editor@sbgf.org.br