APLICAÇÃO DO MÉTODO ELETROMAGNÉTICO INDUTIVO (EM) NO MONITORAMENTO DE CONTAMINANTES EM SUBSUPERFÍCIE

César Augusto Moreira, Wagner França Aquino, João Carlos Dourado

Abstract


O uso combinado de poços de amostragem e técnicas geofísicas constitui a maneira mais adequada para identificação e o monitoramento de áreas contaminadas. Este procedimento permite a locação de poços de amostragem e de monitoramento em pontos estratégicos, otimizando resultados e minimizando gastos. O método geofísico Eletromagnético Indutivo (EM) apresenta amplas possibilidades de aplicação em estudos ambientais devido à facilidade na aquisição de dados, versatilidade do equipamento em campo e a possibilidade de varredura de grandes áreas num curto espaço de tempo. Este trabalho realiza uma análise comparativa de dados EM obtidos no ano de 1992 e em 2003. O local estudado é uma área industrial que apresenta contaminação do solo e água subterrânea por Benzeno, Tolueno, Xileno, 1,2 dicloroetano, Sódio e Cloreto, produto da infiltração de efluentes químicos diretamente do solo. Os resultados indicam uma acentuada atenuação da pluma contaminante, com provável redução no grau de contaminação. Os compostos de fase leve (LNAPLs) apresentaram maior tendência de migração horizontal, concomitante ao movimento da água subterrânea. Os compostos de fase densa (DNAPLs) apresentaram uma tendência mais acentuada de migração no sentido vertical, possivelmente devido à ausência de superfícies impermeáveis. Os compostos inorgânicos acompanharam o fluxo dos compostos de fase líquida não aquosa (NAPLs), o que por sua vez permitiu a caracterização da pluma de contaminação como um corpo condutivo em relação às áreas adjacentes.

Keywords :pluma de contaminação; NAPL; atenuação natural; Eletromagnético Indutivo; organoclorado.

ABSTRACT

The combined use of monitoring wells and geophysical techniques constitutes the form most adequate for identification and the monitoring contaminated areas. This procedure allows the location of wells and monitoring in strategically points, optimizing the results and minimizing costs. The Electromagnetic Inductive Method (EMI) presents ample possibilities of application in environmental studies due the facility in the acquisition of data, versatility of the equipment in field and the possibility of scanning in the ample areas in short time. This paper realizes a comparative analysis of EMI data collected in 1992 and 2003. The studied place is an industrial area that presents contamination the soil and groundwater for Benzene, Toluene, Xylene, 1,2 dichloroethene, Sodium and Chloride, product of the infiltration of effluent chemistries directly of the ground. The results indicate accented attenuation of the contaminant plume, with probable reduction in the contamination degree. The composites of light non-aqueous phase liquids (LNAPLs) had presented superior trend of horizontal, concomitant migration to the movement of the groundwater. The composites of dense non-aqueous phase liquids (DNAPLs) had more presented an accented trend of migration in the vertical direction, possibly due to absence of impermeable surfaces. The inorganics composites had followed the flow of composites of non-aqueous phase liquids (NAPLs), what in turn it allowed the characterization of the contamination plume as a conductive body in relation to the adjacent areas.

Keywords :plume of contamination; NAPL; natural attenuation; electromagnetic inductive; organochloride.


Keywords


pluma de contaminação; NAPL; atenuação natural; Eletromagnético Indutivo; organoclorado












Revista Brasileira de Geofísica (printed version): ISSN 0102-261X
v.1n.1 (1982) – v.33n.1 (2015)

Revista Brasileira de Geofísica (online version): ISSN 1809-4511
v.15n.1 (1997) – v.29n.4 (2011)

Brazilian Journal of Geophysics (online version
a partir de v.30n.1 (2012)



Brazilian Journal of Geophysics - BrJG

Sociedade Brasileira de Geofísica - SBGf
Av. Rio Branco 156 sala 2509
Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Phone/Fax: +55 21 2533-0064
E-mail: editor@sbgf.org.br