VOLUME AND HEAT TRANSPORTS IN THE WORLD OCEANS FROM AN OCEAN GENERAL CIRCULATION MODEL

Luiz Paulo de Freitas Assad, Audalio Rebelo Torres Junior, Wilton Zumpichiatti Arruda, Affonso da Silveira Mascarenhas Junior, Luiz Landau

Abstract


ABSTRACT

Monitoring the volume and heat transports around the world oceans is of fundamental importance in the study of the climate system, its variability, and possible changes. The application of an Oceanic General Circulation Model for climatic studies needs that its dynamic and thermodynamic fields are in equilibrium. The time spent by the model to reach this equilibrium is called spin-up time. This work presents some results obtained from the application of the Modular Ocean Model version 4.0 initialized with temperature, salinity, velocity and sea surface height data already in equilibrium from an ocean data assimilation experiment conducted by Geophysical Fluid Dynamics Laboratory (GFDL). The use of this dataset as initial condition aimed to diminish the spin-up time of the oceanic model. The model was integrated for seven years. Volume and heat transports in different sections around the world oceans showed to be in good agreement with the literature. The results showed a well defined seasonal cycle starting at the second integration year, also some important dynamic and thermodynamic aspects of the Global Ocean Circulation, as the great conveyor belt, are well reproduced. The obtained results could constitute an important data source to be used as initial and boundary conditions in regional ocean model experiments as well as for long integration runs in order to study oceanic climate variability.

Keywords :ocean climate; computational modeling; volume transport; heat transport.

RESUMO

monitoramento dos transportes de volume e calor nos oceanos é de fundamental importância para o estudo do sistema climático, sua variabilidade e possíveis mudanças. A aplicação de Modelos de Circulação Global dos Oceanos em estudos climáticos necessita que os dados dinâmicos e termodinâmicos gerados pelos mesmos se encontrem em equilíbrio. Esse trabalho apresenta alguns resultados obtidos a partir da aplicação doModular Ocean Model, em sua versão 4.0, inicializado com campos de temperatura, salinidade, velocidade e elevação da superfície livre em equilíbrio, oriundos do experimento de assimilação de dados oceânicos conduzido peloGeophysical Fluid Dynamics Laboratory(GFDL). O uso desse conjunto de dados objetivou a diminuição do tempo de "spin-up" do modelo oceânico utilizado. O modelo foi integrado por sete anos, ao fim dos quais foram estimados transportes de volume e calor em diferentes seções ao redor do globo. Tais estimativas demonstraram boa concordância com valores estimados em trabalhos anteriores. Os resultados demonstraram a ocorrência de um ciclo sazonal oceânico bem definido a partir do segundo ano de integração do modelo, assim como importantes aspectos da circulação oceânica global como o "conveyor belt", os giros subtropicais oceânicos e o escoamento associado à Corrente Circumpolar Antártica. O experimento realizado demonstrou a importância desse modelo como fonte de dados a ser utilizado como condições iniciais e de contorno em modelos regionais de circulação oceânica, assim como para longas integrações a serem aplicadas em estudos de variabilidade e mudanças climáticas.

Keywords :clima oceânico; modelagem computacional; transporte de volume; transporte de calor.



Keywords


ocean climate; computational modeling; volume transport; heat transport












Revista Brasileira de Geofísica (printed version): ISSN 0102-261X
v.1n.1 (1982) – v.33n.1 (2015)

Revista Brasileira de Geofísica (online version): ISSN 1809-4511
v.15n.1 (1997) – v.29n.4 (2011)

Brazilian Journal of Geophysics (online version
a partir de v.30n.1 (2012)



Brazilian Journal of Geophysics - BrJG

Sociedade Brasileira de Geofísica - SBGf
Av. Rio Branco 156 sala 2509
Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Phone/Fax: +55 21 2533-0064
E-mail: editor@sbgf.org.br