RECONSTITUIÇÃO DO CLIMA DE ONDAS NO SUL-SUDESTE BRASILEIRO ENTRE 1997 E 2005

Jose Henrique Gomes de Mattos Alves, Eric Oliveira Ribeiro, Guisela Santiago Grossmann Matheson, José Antonio Moreira Lima, Carlos Eduardo Parente Ribeiro

Abstract


Uma reconstituição dos campos de onda pretéritos no oceano Atlântico Sul foi realizada pelo modelo de ondas WAVEWATCH III onde testes foram feitos para determinar as configurações das grades numéricas mais adequadas para o estudo e para a verificação e calibração da qualidade dos ventos e forçantes selecionadas para a elaboração dohindcastdos campos de onda. Em relação aos campos de vento do modelo observou-se valores subestimados abaixo de 7, 5 m/s e superestimados acima de 7, 5 m/s, quando comparados aos dados de vento medidos das Bacias de Campos e Santos. Portanto foi realizada uma correção nas forçantes de vento para essa região. A avaliação da reconstituição dos campos de onda em eventos severos fez-se a luz de medições do radar de ondas MIROS na plataforma P-25 da PETROBRAS, na Bacia de Campos. A comparação dos dados mostrou que as simulações realizadas com o modelo usando forçantes atmosféricas ajustadas, em geral, reproduzem os estados de mar mais severos medidos de ondas, tanto em termos de altura significativa de onda (Hs), quanto de período de pico (Tp). As simulações, no entanto, podem subestimar detalhes como a intensidade do mar local nos primeiros momentos da tempestade, no caso de estado de mar bimodal e ignorar a presença de campos de onda gerados em sistemas atmosféricos mais compactos, devido à baixa resolução das forçantes atmosféricas empregadas. De uma forma geral, os resultados foram bons e o modelo caracteriza o clima de ondas desta região oeste do oceano Atlântico Sul.

Keywords :WAVEWATCH III; ondas; estado de mar severo; dados medidos de ondas; dados modelados de ondas.

ABSTRACT

A criterious hindcasting study of the South Atlantic Ocean wave field was made using the model WAVEWATCH III including tests to evaluate which numerical grid would provide the best configuration for the wind and other atmospherics forcing regarding the calibration of the respective fields. It was observed that the wind forcing values were slightly underestimated for speeds below 7.5 m/s and overestimated for speeds above this value for specific sites at Campos and Santos Basins (Brazil). Thus, it was proposed a small correction to compensate any trends in the wind forcing values for the region. The evaluation of resultant wave fields was made using extreme measured sea states at PETROBRAS platform P-25, northern Campos Basin. The comparison of measured and modeled values shows that the adjusted atmospherics forcing provided good results for both significant wave heights (Hs) as well as spectral peak periods (Tp). Although, it was observed that the modeled sea states tend to slightly underestimate the local sea component at the initial storm buildup when a second spectral peak is present. It was also observed that the used numerical grid tends not to capture very compact atmospheric systems due to poor resolution of such small scale features. On a general view, the results reproduce the wave field characteristics of the western South Atlantic Ocean.

Keywords :WAVEWATCH III; waves; extreme sea states; measured waves; modeled waves.


Keywords


WAVEWATCH III; ondas; estado de mar severo; dados medidos de ondas; dados modelados de ondas












Revista Brasileira de Geofísica (printed version): ISSN 0102-261X
v.1n.1 (1982) – v.33n.1 (2015)

Revista Brasileira de Geofísica (online version): ISSN 1809-4511
v.15n.1 (1997) – v.29n.4 (2011)

Brazilian Journal of Geophysics (online version
a partir de v.30n.1 (2012)



Brazilian Journal of Geophysics - BrJG

Sociedade Brasileira de Geofísica - SBGf
Av. Rio Branco 156 sala 2509
Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Phone/Fax: +55 21 2533-0064
E-mail: editor@sbgf.org.br