GEOPHYSICAL METHODS FOR BR TAILINGS DAM RESEARCH AND MONITORING IN THE MINERAL COMPLEX OF TAPIRA - MINAS GERAIS, BRAZIL

Demetrius Cunha Gonçalves da Rocha, Marco Antonio da Silva Braga, Camilla Tavares Rodrigues

Abstract


ABSTRACT. The use of geophysical methods in the BR dam at Tapira mining complex in Minas Gerais state, Brazil, had as main objective to develop a research geophysical methodology complementary to the existing conventional monitoring system. Electrical resistivity and GPR (ground penetrating radar) methods were used. Ten geophysical sections were acquired parallel to the main axis of the BR dam. The water table level delineated by geophysics was later compared to five type-sections data, which comprised the readings of 9 water level indicators (INA"™s). The electrical resistivity results delineated the level of the water table and showed the moisture areas in the BR dam. Low resistivity zones (LRZ) were correlated with regions saturated or with a high moisture content with resistivity responses below 250 ohm-m. The GPR responses, saturated zones presented strong attenuation in the reflectors, being this effect smaller with the decrease in the water content. In some sections it was possible to correlate, patterns of reflectors to different resistive zones. Geophysics results showed great efficiency in the BR dam investigation and monitoring, through the generation of continuous indirect indicator data. Which after processing resulted in a complete 2D and 3D view of the interior of the studied dam.

Keywords: electrical resistivity, geotechnics, applied geophysics.

RESUMO. A utilização de métodos geofísicos na barragem BR do complexo de mineração de Tapira no estado de Minas Gerais, Brasil, teve como principal objetivo desenvolver uma metodologia geofísica investigativa complementar ao monitoramento hoje existente. Foram utilizados os métodos geofísicos de eletrorresistividade e GPR (ground penetrating radar). Durante a aquisição de dados foram levantadas 10 linhas paralelas ao eixo principal do barramento. O nível freático delineado pela geofísica foi posteriormente comparado com o nível freático de 5 seções-tipo mapeado pelas leituras de 9 indicadores de nível d"™água (INA"™s). Os resultados da eletrorresistividade delinearam de forma precisa o nível freático, diferenciando áreas secas das úmidas ao longo do barramento. Zonas de baixa resistividade (ZBR), foram correlacionadas com regiões do maciço possivelmente saturadas ou com alto teor de umidade (< 250 ohm-m). Em resposta ao GPR, zonas saturadas apresentaram forte atenuação nos refletores, sendo esta atenuação menor com a diminuição no teor de água. Em algumas seções, foram correlacionados padrões dos refletores a diferentes zonas resistivas. A geofísica mostrou ter uma grande eficácia na investigação e monitoramento dessas estruturas, através da geração de indicadores indiretos contínuos, que após processamento resultaram em um imageamento completo em 2D e 3D do interior da barragem estudada.

Palavras-chave: resistividade elétrica, geotecnia, geofísica aplicada.


Keywords


electrical resistivity, geotechnics, applied geophysics

Full Text:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22564/rbgf.v37i3.2007










Revista Brasileira de Geofísica (printed version): ISSN 0102-261X
v.1n.1 (1982) – v.33n.1 (2015)

Revista Brasileira de Geofísica (online version): ISSN 1809-4511
v.15n.1 (1997) – v.29n.4 (2011)

Brazilian Journal of Geophysics (online version
a partir de v.30n.1 (2012)



Brazilian Journal of Geophysics - BrJG

Sociedade Brasileira de Geofísica - SBGf
Av. Rio Branco 156 sala 2509
Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Phone/Fax: +55 21 2533-0064
E-mail: editor@sbgf.org.br