Detection of A Fissural Aquifer Through Multiple Vertical Electric Soundings and by Multilevel Electric Profiling

José Agnelo Soares, Juliana Targino Batista

Abstract


RESUMO

O presente trabalho analisa o efeito da adoção de diferentes configurações do método da eletrorresistividade para investigar a ocorrência de potenciais aquíferos fissurais. Em uma área onde reconhecidamente existe uma zona de fraturas subverticais no embasamento cristalino foram aplicadas as técnicas de múltiplas sondagens elétricas verticais (SEVs), utilizando o arranjo Schlumberger, e o caminhamento elétrico utilizando o arranjo gradiente multinível. Três diferentes configurações foram testadas em uma mesma linha cuja direção é aproximadamente perpendicular aos planos das fraturas. Os resultados obtidos mostram que o caminhamento elétrico multinível pelo arranjo gradiente apresentou maior clareza na detecção da zona de fraturas em relação às configurações utilizando sondagens elétricas verticais. No entanto, tais estruturas subverticais ainda poderiam ser detectadas por sondagem elétrica, desde que adotado um afastamento adequado entre os centros das SEVs. As seções geoelétricas obtidas pelas configurações testadas indicam a presença de uma estrutura acumuladora de água subterrânea do tipo riacho-fenda. Adicionalmente, o caminhamento elétrico pelo arranjo gradiente apresenta vantagens operacionais em relação às demais configurações, sendo mais prático e rápido nos trabalhos de aquisição de dados no campo.

Palavras-Chaves: Hidrogeofísica, eletrorresistividade, embasamento cristalino.

ABSTRACT

This paper analyzes the effect of adoption of different configurations of electric resistivity method to investigate the occurrence of potential fractured aquifers. In an area where there is a sub vertical fracture zone in the crystalline basement the techniques of multiple vertical electrical soundings (VES), using the Schlumberger array, and electrical profiling using the multilevel gradient array, were applied. Three different configurations were tested in a same line whose direction is approximately perpendicular to the fracture plan. The results show that the multilevel gradient array presented better clarity in detecting fracture zone than the settings using vertical electrical soundings. However, such sub vertical structures could still be detected by VES, since it is adopted a proper separation between the VES centers. Obtained geoelectric sections indicate the presence of a groundwater accumulating structure composed by a crack-induced stream. Additionally, the electric gradient profiling presents operational advantages in relation to other arrays, being more practical and fast for data acquisition in the field.

Keywords: Hydrogeophysics, electric resistivity, crystalline basement.


Keywords


Hydrogeophysics, electric resistivity, crystalline basement

Full Text:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22564/rbgf.v37i4.2015










Revista Brasileira de Geofísica (printed version): ISSN 0102-261X
v.1n.1 (1982) – v.33n.1 (2015)

Revista Brasileira de Geofísica (online version): ISSN 1809-4511
v.15n.1 (1997) – v.29n.4 (2011)

Brazilian Journal of Geophysics (online version
a partir de v.30n.1 (2012)



Brazilian Journal of Geophysics - BrJG

Sociedade Brasileira de Geofísica - SBGf
Av. Rio Branco 156 sala 2509
Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Phone/Fax: +55 21 2533-0064
E-mail: editor@sbgf.org.br