Comparing Two Multivariate Geostatistics Tools For Pore Pressure Predictive Modelling

Flávia Braz Ponte, Francisco Fábio de Araújo Ponte, Adalberto Silva, Alberto Garcia Figueiredo Jr

Abstract


ABSTRACT.

Pore pressure prediction has been an increasing concern during well designing due to the numerous accidents recorded because of mistaken estimations of high pressure fields. This paper depicts a predictive modelling of pore pressure using multivariate geostatistics tools called LVM and collocated cokriging. The resulting maps of LVM and collocated cokriging were compared. Geostatistics were used to estimate pore pressure distribution in unsampled places considering the two different scales and spatial variation from well measurements (pore pressure) and 3D seismic velocity data. When pore pressure gradients recorded in the wells have been defined and the seismic interval velocity analyzed, pore pressure estimation can be done by using the geostatistics approaches. This is a method for estimating the geopressure field distribution at basin or reservoir level that offers the advantage of the possibility of extracting pore pressure information at any place.

Keywords: geostatistics approaches, LVM, collocated cokriging, high pressure fields.

RESUMO.

Devido aos numerosos acidentes registrados por estimativas equivocadas de campos de alta pressão, a preocupação com a previsão de pressão de poros tem aumentado durante projetos de poços. Este artigo descreve uma modelagem para previsão de pressão de poros usando duas ferramentas da geoestatística multivariada, a LVM e a cokrigagem colocada. Neste estudo, essas duas metodologias foram comparadas. A geoestatística foi utilizada para estimar a distribuição de pressão de poros em locais não amostrados, permitindo a integração dos dados das duas variáveis, velocidade sísmica e dados de poço, em diferentes escalas e variação espacial. Quando os gradientes de pressão de poros, registrados em poços, são definidos e a velocidade intervalar da sísmica é analisada, existindo correlação entre eles, a previsão de pressão de poros pode ser feita utilizando a abordagem geoestatística. A vantagem de uma modelagem geoestatística 3D de gradiente pressão de poros é a possibilidade de extração de informação de pressão em qualquer local dentro da área modelada.

Palavras-chave: abordagem geoestatística, LVM, cokrigagem colocada, campos de alta pressão.


Keywords


geostatistics approaches, LVM, collocated cokriging, high pressure fields

Full Text:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22564/rbgf.v37i4.2027










Revista Brasileira de Geofísica (printed version): ISSN 0102-261X
v.1n.1 (1982) – v.33n.1 (2015)

Revista Brasileira de Geofísica (online version): ISSN 1809-4511
v.15n.1 (1997) – v.29n.4 (2011)

Brazilian Journal of Geophysics (online version
a partir de v.30n.1 (2012)



Brazilian Journal of Geophysics - BrJG

Sociedade Brasileira de Geofísica - SBGf
Av. Rio Branco 156 sala 2509
Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Phone/Fax: +55 21 2533-0064
E-mail: editor@sbgf.org.br