A NEW APPROACH TO CALCULATE MUD INVASION IN RESERVOIRS USING WELL LOGS

Mariléa Ribeiro, Abel Carrasquilla

Abstract


ABSTRACT. Muds of different compositions are used in the drilling well process, to support the wall of the borehole along with maintenance of pressure, and toremove rock cuttings generated from the geological formations encountered by the drill bit. The drilling mud invades the formations and modifies the zones surroundingthe borehole, mainly, in terms of the physical properties of the rocks, such as porosity and permeability. The identification of this formation damage is important forreservoir characterization, and the subsequent well completion, as well as for the analysis of economic viability. Many years ago, Schlumberger developed a methodfor determining mud invasion diameter using the Tornado Chart. Today, practitioners in the oil industry use the Tornado Chart to present geophysical logs. Improvingupon Schlumberger"™s methodology, Crain used mathematical equations to calculate the mud invasion diameter. In this study, we propose a polynomial mathematicalmethod to determine mud invasion diameter. Our method utilizes the same resistivity well logs, namely dual induction log and dual laterology, though different from thatof Schlumberger or Crain methods. The approach developed in this study considers the characteristics of the invasion process while quickly and accurately showingresults in the form of a log that can be visualized adjacent to other logs measured in the borehole.

Keywords: formation damage, drilling mud invasion, resistivity well logs.

RESUMO. No processo de perfuração de poços são utilizadas diferentes composições de lama com o propósito de suportar a parede do poço, manter a pressão e, ainda, remover os fragmentos de rocha originados pela broca ao atravessar as formações geológicas. A lama de perfuração invade as formações e modifica as zonas circundantes ao poço, sobretudo, em termos das propriedades físicas das rochas, tais como a porosidade e permeabilidade. A identificação deste tipo de dano à formação é importante, principalmente para a caracterização do reservatório, bem como nas atividades posteriores de conclusão do poço e, ainda, na análise deviabilidade econômica. Neste sentido, há muitos anos, a Schlumberger desenvolveu uma maneira de determinar o diâmetro de invasão da lama usando o GráficoTornado, que é utilizado até hoje na indústria do petróleo, essencialmente usando perfis geofísicos. Mais tarde, com o objetivo de melhorar a determinação do diâmetro de invasão, Crain usou equações matemáticas para calcular esse valor, fazendo correções na metodologia da Schlumberger. Neste trabalho, por outro lado, propõe-se um método matemático polinomial para determinar o diâmetro de invasão, que é diferente das metodologias desenvolvidas pela Schlumberger e por Crain, mas também utilizando os mesmos perfis resistivos de poços, ou seja, os perfis de indução (DIL) e laterolog (DLL) duplos. Desta forma, o procedimento desenvolvido no presentetrabalho mostrou-se rápido e preciso, pois considera melhor as características do processo de invasão, mostrando ainda os resultados sob a forma de um perfil ao lado de outros perfis medidos no poço, resultando, assim, numa visualização mais eficiente.

Palavras-chave: dano à formação, invasão da lama de perfuração, perfis resistivos de poços.


Keywords


formation damage, drilling mud invasion, resistivity well logs



DOI: http://dx.doi.org/10.22564/rbgf.v32i2.453










Revista Brasileira de Geofísica (printed version): ISSN 0102-261X
v.1n.1 (1982) – v.33n.1 (2015)

Revista Brasileira de Geofísica (online version): ISSN 1809-4511
v.15n.1 (1997) – v.29n.4 (2011)

Brazilian Journal of Geophysics (online version
a partir de v.30n.1 (2012)



Brazilian Journal of Geophysics - BrJG

Sociedade Brasileira de Geofísica - SBGf
Av. Rio Branco 156 sala 2509
Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Phone/Fax: +55 21 2533-0064
E-mail: editor@sbgf.org.br