IDENTIFICATION OF GROUNDWATER CONTAMINATION USING 2-D ELECTRICAL IMAGING SURVEY

Rafael Machado Mello, Carlos Tadeu Carvalho do Nascimento, Sergio Koide, João Cândido Magalhães

Abstract


ABSTRACT. In February, 2009, an underground industrial effluent discharge originating from a small meat processing industry was identified in Ceilˆandia, DistritoFederal, Brazil. The contamination plume reached the phreatic level, where it propagated reaching the wells located downstream the discharge point. The area near thiseffluent discharge point was monitored by monthly groundwater sampling and analysis. In January, 2011, a geophysical survey was carried out in this area, using theDC electrical resistivity method. Three resistivity sections were obtained and they allowed the mapping of the contamination plume. The contaminated spots presentedresistivity values less than 140 Ohm.m and non-contaminated areas showed values between 140 and 2550 Ohm.m. The three sections were numerically integrated andthe result was a 3-D figure showing the volume of subsurface with lower values of resistivity. The study showed reduced resistivity values in a portion of the subsoil outof the expected contaminated area, which suggests the existence of another contamination source.

Keywords: resistivity, pollution, industrial effluent.

RESUMO. Em fevereiro de 2009, em Ceilândia, Distrito Federal, foi identificado um lançamento de efluente industrial no subsolo derivado do processamento, lavagem,tratamento e embalagem de carnes. A pluma de contaminação chegou ao lençol freático onde se propagou até atingir poços e cisternas situadas a jusante do ponto de lançamento. A região onde ocorreu este lançamento passou a ser monitorada por meio de coleta mensal e análise de amostras da água subterrânea. Em janeiro de 2011 foi feito um levantamento geofísico na área utilizando o método elétrico de corrente contínua. Foram obtidas três seções de resistividade que possibilitaram mapeara pluma de contaminação. As regiões contaminadas apresentaram valores de resistividade inferiores a 140 Ohm.m, enquanto aquelas não contaminadas mostraramvalores entre 140 e 2550 Ohm.m. As três seções foram integradas numericamente e o resultado foi uma figura tridimensional que envolve o volume da subsuperfí ciecom os menores valores de resistividade. O estudo mostrou valores reduzidos de resistividade em uma parte do subsolo fora da área de influência da pluma de contaminação conhecida, sugerindo a existência de outro foco de contaminação.

Palavras-chave: resistividade, poluição, efluente industrial.1ADASA,


Keywords


resistivity, pollution, industrial effluent



DOI: http://dx.doi.org/10.22564/rbgf.v32i2.483










Revista Brasileira de Geofísica (printed version): ISSN 0102-261X
v.1n.1 (1982) – v.33n.1 (2015)

Revista Brasileira de Geofísica (online version): ISSN 1809-4511
v.15n.1 (1997) – v.29n.4 (2011)

Brazilian Journal of Geophysics (online version
a partir de v.30n.1 (2012)



Brazilian Journal of Geophysics - BrJG

Sociedade Brasileira de Geofísica - SBGf
Av. Rio Branco 156 sala 2509
Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Phone/Fax: +55 21 2533-0064
E-mail: editor@sbgf.org.br