GEOPHYSICAL CHARACTERIZATION OF ALBIAN CARBONATES RESERVOIRS IN BRAZILIAN BASINS: THE SWEETNESS AS A TOOL FOR CARBONATE RESERVOIRS DEFINITION

Maria Gabriela Castillo Vincentelli, Sergio Antonio Caceres Contreras, Michelle Uchoa Chaves

Abstract


ABSTRACT. The current research is based on volumetric seismic interpretation with the aim to visualize the main Albian carbonate reservoirs in shallow, deepand ultra-deep water of the continental Brazilian basins (Santos, Campos and Espírito Santo). It is expected that the method assists geoscientists in order to definecarbonate reservoirs with less geological uncertainty, when compared with the response obtained from the traditional seismic interpretation. The objective proposesa quickly, but confident, methodology to better define Albian carbonates using seismic attribute extraction. To achieve this goal, 25 seismic volumetric and surfaceattributes were analyzed; it was observed that it is possible to visualize the reservoir in most of them, mainly when the acoustic impedance (AI) is included on the analysis. For all the considered oil fields the sweetness attribute presented the best carbonate reservoir visualization and using sweetness any previous seismic interpretation isnecessary. In conclusion, the sweetness attribute allowed the interpretation of the Albian carbonates reservoirs in the Brazilian basins in a short period of time and withless geometrical uncertainty. Due to this fact, is possible to enforce that the method can be applied for seismic characterization of any geological feature that showschanges in its density in comparison with the surrounding stratigraphic layers.

Keywords: volumetric interpretation, instantaneous frequency, instantaneous amplitude, envelope, limestone reservoirs.

RESUMO. A presente pesquisa é baseada na interpretação sísmica volumétrica com o intuito de visualizar os principais reservatórios de hidrocarboneto do Albianoem águas rasas, profundas e ultraprofundas das bacias da margem continental brasileira (Santos, Campos e Espírito Santo). É esperado que o resultado auxiliegeocientistas na definição de reservatórios carbonáticos com menor incerteza geológica, quando comparado com a resposta obtida numa interpretação sísmica tradicional.O objetivo propõe um método rápido e confiável que melhor defina os reservatórios carbonáticos do Albiano por meio da extração de atributos sísmicos. Para alcançar esta meta, 25 atributos sísmicos volumétricos e de superfície foram analisados, na maioria deles é possível visualizar o reservatório, principalmente quando aimpedância acústica (AI) é incluída na análise. Para todos os campos de hidrocarboneto avaliados o atributo sweetness apresentou a melhor visualização do reservatório carbonático, sendo que para aplicar sweetness não é necessária uma interpretação sísmica prévia. Em conclusão, o sweetness permitiu a interpretação de reservatórios carbonáticos albianos nas bacias brasileiras em um curto período de tempo e com menor incerteza geométrica da distribuição do mesmo. Devido a isso, o método podeser aplicado para a caracterização sísmica de feições geológicas que apresentem mudanças em sua densidade em relação às camadas estratigráficas ao redor.

Palavras-chave: interpretação volumétrica, frequência instantânea, amplitude instantânea, envelope, reservatórios carbonáticos.


Keywords


volumetric interpretation, instantaneous frequency, instantaneous amplitude, envelope, limestone reservoirs



DOI: http://dx.doi.org/10.22564/rbgf.v32i4.538










Revista Brasileira de Geofísica (printed version): ISSN 0102-261X
v.1n.1 (1982) – v.33n.1 (2015)

Revista Brasileira de Geofísica (online version): ISSN 1809-4511
v.15n.1 (1997) – v.29n.4 (2011)

Brazilian Journal of Geophysics (online version
a partir de v.30n.1 (2012)



Brazilian Journal of Geophysics - BrJG

Sociedade Brasileira de Geofísica - SBGf
Av. Rio Branco 156 sala 2509
Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Phone/Fax: +55 21 2533-0064
E-mail: editor@sbgf.org.br