GRAVITY AND MAGNETIC INTEGRATED DATA INTERPRETATION OF THE CORRÉGO DOS BOIS COMPLEX, GOIÁS ALKALINE PROVINCE, CENTRAL BRAZIL

Yára Regina Marangoni, Henglei Zhang, Herbert Jorge Ferreira

Abstract


ABSTRACT. Previous studies carried out in some alkaline provinces around Paraná Basin, Brazil, show that most of the alkaline intrusions are related to high magnetic and gravity anomalies. In this study, both magnetic and gravity data are used to explore some of the alkaline intrusions of the Goiás Alkaline Province in Goiás State, near the northern Paraná Basin border. The total gradient and the normalized anisotropy variance methods were applied to detect the intrusions"™ locations; they show a strong correlation between outcrops and sources for the main bodies. Then, by combining the 3D inverted magnetization contrast from the magnetic data and the 2.5D forward model from both the gravity and magnetic data, it was possible to set a mass distribution model for the intrusion of Córrego dos Bois. The results show that this intrusion extends from the surface to almost 10 km in depth, with a density contrast of 0.4 g/cm3 corresponding to a density value of 3.2 g/cm3, which is coherent with those shown in the literature for the rocks in the area. Magnetic inversion resulted in anomalies that are very similar but circa 200 nT lower than the observations at the positive lobe and no significant variation at the negative lobe. The magnetic source has 20 A/m for magnetization.

Keywords: Brazilian alkaline, gravity anomaly, magnetic anomaly, inversion method, forward modeling.

RESUMO. Estudos anteriores em algumas províncias alcalinas ao redor da Bacia do Paraná, Brasil, indicaram que a maioria das intrusões alcalinas apresentam anomalias magnéticas de campo total de forte intensidade e anomalias Bouguer usualmente caracterizadas por altos gravimétricos. Neste estudo, dados de campos magnético e gravimétrico são utilizados para explorar algumas das intrusões alcalinas da Província Alcalina de Goiás, no Estado de Goiás, próximo à borda norte da Bacia do Paraná. Os métodos de gradiente total e variância normalizada da anisotropia foram aplicados para determinar a localização das intrusões, e mostraram boa correlação entre os afloramentos e as fontes de anomalia para os corpos principais. Combinando os resultados da inversão 3D do contraste de magnetização dos dados magnéticos com os modelos diretos 2,5D de dados gravimétricos e magnéticos foi possível estabelecer um modelo de distribuição de massa para a intrusão de Córrego dos Bois. O resultado mostra que essa intrusão se estende da superfície até cerca de 10 km em profundidade, com um contraste de densidade de 0,4 g/cm3, correspondendo a um valor de densidade de 3,2 g/cm3, que é um valor de densidade coerente com os valores publicados na literatura para as rochas presentes na área. A inversão dos dados magnéticos da área de estudo resultou em anomalias muito semelhantes, com amplitudes positivas cerca de 200 nT menores que a observada no lobo positivo, mas com pouca variação na amplitude das porções negativas das anomalias. A fonte magnética apresentou uma magnetização de 20 A/m.

Palavras-chave: alcalinas brasileiras, anomalia gravimétrica, anomalia magnética, método inverso, modelagem direta.


Keywords


Brazilian alkaline, gravity anomaly, magnetic anomaly, inversion method, forward modeling.



DOI: http://dx.doi.org/10.22564/rbgf.v33i4.756










Revista Brasileira de Geofísica (printed version): ISSN 0102-261X
v.1n.1 (1982) – v.33n.1 (2015)

Revista Brasileira de Geofísica (online version): ISSN 1809-4511
v.15n.1 (1997) – v.29n.4 (2011)

Brazilian Journal of Geophysics (online version
a partir de v.30n.1 (2012)



Brazilian Journal of Geophysics - BrJG

Sociedade Brasileira de Geofísica - SBGf
Av. Rio Branco 156 sala 2509
Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Phone/Fax: +55 21 2533-0064
E-mail: editor@sbgf.org.br