ELECTRICAL RESISTIVITY METHOD APPLIED TO STUDY GROUNDWATER CONTAMINATION AROUND THE ALAGOINHAS CEMETERY, BAHIA, BRAZIL

Eduardo M.S. Amarante, Olivar A.L. de Lima, Susana S. Cavalcanti

Abstract


ABSTRACT. To investigate the subsurface geological and hydrological conditions around the area of the Alagoinhas county cemetery - Bahia State, Brazil, 38 vertical electrical soundings using Schlumberger electrode array were performed to a maximum AB/2 spacing of 300 m. The electrical resistivity data were automatically inverted by computer, using a least square fit criterion to the error of the model with respect to the observed data and the help of public domain softwares RESIST V1.0 and RES1D. Geological constraints of lithological well logs were used to control the data interpretation, by fixing the number of layers and an initial model suggested by the interpreter. Represented as maps, sounding curves and geoelectrical cross-sections, the results allow: (i) to map the static water table depth, which in the more plain areas, are around 27m depth; (ii) to suggest that the subsurface zones of low true resistivity (<300Ω.m) are contamination plumes above the aquifer top, whose sources are related to the cemetery; and (iii) to detect electrical heterogeneities in the aquifer vadose zone, indicatives of the travel of the invading contamination.


Keywords: electrical methods, resistivity, Alagoinhas, water contamination.


RESUMO. Para investigar as condições geológicas e hidrológicas da subsuperfície na área do entorno do Cemitério Municipal de Alagoinhas, Bahia, foram realizadas 38 sondagens elétricas verticais centradas em pontos acessíveis da área. As sondagens foram executadas usando o arranjo Schlumberger de eletrodos, até espaçamentos máximos de eletrodos de corrente AB/2 de 300 m. Os dados de resistividade elétrica foram invertidos automaticamente em computador usando critérios de ajuste de mínimos quadrados para o erro domodelo comrespeito aos dados observados, usando os programas de domínio público RESIST V1.0 e RES1D. Informações geológicas de poços foram usadas no controle da interpretação, efetuada com o envolvimento do intérprete através da fixação do número de camadas e de um modelo inicial para a inversão. Apresentados na forma de mapas, curvas de sondagens e seções geoelétricas transversais, os resultados permitiram: (i) mapear o nível estático da água subterrânea que, nas partes mais planas da área, situa-se em torno de 27m de profundidade; (ii) indicar que as zonas subsuperficiais de baixas resistividades verdadeiras (<300 Ω.m) são plumas de contaminação na parte superior do aquífero, cuja fonte é associada ao cemitério; e (iii) detectar heterogeneidades elétricas na zona vadosa do aquífero apontando feições indicativas de rotas de invasão do contaminante.


Palavras-chave: métodos elétricos, resistividade, Alagoinhas, contaminação da água.


Keywords


electrical methods, resistivity, Alagoinhas, water contamination.



DOI: http://dx.doi.org/10.22564/rbgf.v33i3.937










Revista Brasileira de Geofísica (printed version): ISSN 0102-261X
v.1n.1 (1982) – v.33n.1 (2015)

Revista Brasileira de Geofísica (online version): ISSN 1809-4511
v.15n.1 (1997) – v.29n.4 (2011)

Brazilian Journal of Geophysics (online version
a partir de v.30n.1 (2012)



Brazilian Journal of Geophysics - BrJG

Sociedade Brasileira de Geofísica - SBGf
Av. Rio Branco 156 sala 2509
Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Phone/Fax: +55 21 2533-0064
E-mail: editor@sbgf.org.br